alheira

13 Petiscos rápidos portugueses para servir em qualquer altura

Petiscos são típicos nas casas portuguesas, visto sermos um povo conhecido pela sua hospitalidade. Alguns destes petiscos rápidos portugueses são deliciosos e não fazem estragos na carteira.

Além disso, quem não gosta de se sentar a ver um filme e petiscar algo bem saboroso ou de ir para a praia ou para a serra e fazer um piquenique de petiscos ou mesmo, simplesmente, sentar-se à mesa para dois dedos de conversa, com um baralho de cartas ou um dominó e uma boa dose de petiscos?

Os petiscos portugueses são únicos à nossa gastronomia, o que apenas aumenta o seu valor, sabendo bem que lá fora até os ingredientes usados são mais difíceis ou caros de arranjar.

Chouriço à bombeiro

Simples, saboroso, rápido e espalhafatoso, é assim que se pode adjetivar esta nossa sugestão que é essencialmente chouriço assado. É tão tradicional que todos já experimentamos.

Neste vídeo pode aprender as dicas simples para fazer um chouriço à bombeiro em 2 minutos.

Impressione os seus convidados e família com os melhores eBooks de receitas deliciosas.

Note que deve fazer uns cortes no enchido antes de o “incendiar”. Além disso permitir que o tempo de preparação seja menor, evita também que a pele estoure.

Salada de polvo

Esta receita de um dos nossos petiscos rápidos portugueses é do chef Henrique Sá Pessoa deixa qualquer pessoa maravilhada. É por isso que trazemos esta versão para si.

Fazer a salada é um processo rápido e simples. Só que isso implica que tenha já o polvo cozido em casa para agilizar o processo. Pode fazer de duas formas diferentes:

Se está a preparar- se para receber pessoas em casa, pode cozinhar o polvo de véspera e assim, no dia, faz a preparação da salada de polvo de forma rápida.

Passe em qualquer superfície comercial e compre o polvo já congelado. Só tem que deixá-lo descongelar e usar para a salada.

Leia também: Como cozer polvo congelado

Cenoura à algarvia

Embora o nome seja de uma região específica, não precisa estar no Algarve para servir este petisco.

Além de ser muito rápido para fazer, é ideal para todos, pois é legume, é livre de glúten, é um petisco fit e bem saboroso. Este petisco pode ser guardado no frigorífico por alguns dias e assim está sempre pronto na hora que precisar.

É ideal, ainda, para encontros de muitas pessoas pois é económico e fica sempre bem à mesa. Na receita são usados coentros, só que pode variar o tempero, substituindo os coentros por salsa ou adicionando curcuma ao tempero.

Azeitonas temperadas

Um dos petiscos rápidos portugueses que é quase obrigatório são as azeitonas. E em Portugal temos muitas variedades que podemos selecionar para apresentar.

A nossa proposta é para que possa dar a este petisco um toque mais caseiro, temperando as azeitonas com ervas aromáticas clássicas e com um pouco de vinagre e azeite.

Esta receita demora pouco tempo a fazer e, no entanto, dá um toque bem especial à azeitona. Uma dica extra é misturar as azeitonas com a salada algarvia e servir tudo junto.

Salada de orelha de porco

O tempo que vai dispensar para fazer esta receita é bem pouco.  A única coisa que tem que ter em conta é que a orelha demora cerca de meia hora a cozinhar e, por isso, pode ser uma boa ideia cozinhar as orelhas com antecedência. Assim vai agilizar o processo.

Um facto interessante é que pode armazenar a salada de orelha de porco em frascos herméticos e guardar no frigorífico até duas semanas. Então, terá sempre um bom petisco pronto para quando for preciso.

Ameijoas à Bulhão Pato

Fresca, saborosa, digna de um restaurante gourmet à beira mar plantado, esta receita está agora aqui para si. Além de um sabor ímpar, ela traz consigo os aromas mais típicos portugueses, o cheiro a mar, o fresco odor dos coentros e a personalidade de um bom vinho.

É uma receita bem simples e prática e, acima de tudo, faz parte dos petiscos rápidos portugueses que podemos fazer em casa de forma rápida e com muito sabor.

Tábuas de Queijos e Enchidos

Esta sugestão junta uma variedade de sabores e de texturas que, juntos, fazem a combinação perfeita para um momento de degustação de uns bons petiscos.

Dependendo da ocasião, na maior parte das vezes apenas esta tábua de queijos e enchidos já é suficiente para completar tudo o que se espera de uns bons petiscos.

Veja o vídeo apenas como sugestão, pois pode adaptar a tábua tendo em conta as preferências de quem vai experimentar estes petiscos.

Uma sugestão é que pode fazer duas tábuas separadas, uma só com enchidos e outra só com queijos.

A fruta ajuda a compor os sabores e texturas. Pode ainda acrescentar alguma compota caseira que combine com o que está a servir. Por exemplo, a compota de abóbora com nozes ou a de tomate são sempre opções muito interessantes.

Mexilhões à marinheira

Aqui está mais uma sugestão rápida e bem gostosa. Pode optar por comprar mexilhões congelados, pois já estão limpos e assim ainda faz o petisco mais rapidamente.

Uma dica para tornar o prato ainda mais tipicamente português, é substituir a margarina por manteiga. Em termos de sabor, fica muito mais gostoso e a manteiga é uma gordura mais natural. Experimente.

Uma nota: esta receita não leva sal. O mexilhão já costuma ser salgado. No entanto, pode retificar os temperos antes de servir, se achar necessário.

Moelas estufadas

Esta receita de moelas estufadas não lhe tira muito tempo, pois pode deixar as moelas a cozinhar enquanto se dedica a outra coisa, põe a mesa ou abre uma garrafa de vinho, por exemplo.

A receita do vídeo é muito saborosa, no entanto faça aquela receita de refogado que já costuma fazer para outras situações que vai dar certo.

Se usar salsa fresca, fica uma dica bem interessante: coloque os talos bem picados quando está a refogar e deixe as folhas picadas para adicionar só no final. Sempre que se usam ervas aromáticas frescas, é importante adicioná-las só no final para poderem libertar todo o seu aroma.

Pipis

Os pipis são tão tradicionais na cozinha portuguesa!

Pipis é o nome tradicional dado aos miúdos do frango: pescoços, moelas, corações, fígados.

A maior parte das tascas portuguesas servem pipis e não há festa popular em que não se encontre uma barraca que sirva esta iguaria. Agora pode fazer esta receita em casa para petiscar com a família ou com os amigos.

O segredo desta receita é o tempero prévio dos pipis. Se os deixar a marinar algumas horas ficam bem mais saborosos.

Pica pau

Quem nunca se sentou de palito na mão e cerveja no copo a petiscar um belo pica pau? Este petisco faz as delícias de todos e é rápido para preparar.

Algumas receitas não deixam a carne em marinada, e isso agiliza muito o processo de preparação.

Se gosta muito do sabor a alho, deixamos uma dica que poucas pessoas fazem e que permite intensificar muito esse sabor:

Pique 2 ou 3 dentes de alho bem miudinho e, quando estiver pronto, adicione o alho, envolva rapidamente e retire do fogão de imediato, para não o cozinhar. Com o calor, o aroma do alho passa diretamente para todo o preparado e permanece, dando aquele sabor bem característico.

Tremoços bem temperados

Os tremoços são aquele tipo de petisco que, depois de começar, é difícil de parar. A nossa sugestão é que compre tremoços em frasco ou embalados, já cozidos. Geralmente eles vêm só com água e sal. Pode incrementar o sabor, adicionando temperos que goste.

Deixamos a receita no vídeo do tempero tradicional, com alho da ribeira. Salte a parte da introdução, se estiver com pressa, caso contrário, pode conhecer como é o processo todo de preparação do tremoço.

Em algumas zonas é comum usar orégãos frescos, salsa e piripiri para acrescentar aos tremoços com alho. Pode testar as variações que quiser e depois adote aquela que mais apreciar.

Pataniscas de bacalhau

Esta sugestão de pataniscas é uma receita ligeiramente diferente da tradicional. É uma excelente adaptação de um petisco português para algo mais gourmet e que dá um toque especial a uma mesa de petiscos rápidos portugueses.

As pataniscas ficam leves e fofas e o acompanhamento de maionese caseira permite que o sabor se evidencie ainda mais, pois a combinação é perfeita.

Além disso, pode usar a receita da maionese, com aquele toque do limão e do alho assado, para acompanhar outros petiscos.

Para preparar esta receita de forma mais rápida, compre o bacalhau desfiado e demolhado. Se estiver congelado, deixe-o no frigorífico até descongelar e esprema para retirar o excesso de líquido.

Tenha em conta a quantidade de sal que vai adicionar. Prove o bacalhau antes de o adicionar. Se estiver um pouco gostoso de sal, não adicione mais.

Veja mais receitas deliciosas no nosso livro de receitas e impressione todos os seus amigos e familiares. Clique na imagem para saber mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

back to top